As principais classes do E-business

Ao se trabalhar o conceito de E-business existem ainda uma divisão em diferentes classes, tratando a forma como a empresa se relaciona com “quem está na outra ponta” do negócio. Basicamente, as principais classes do E-business são:

  • B2B (Business to Business) – Em um cenário extremamente competitivo, observar outras empresas que atuam em seu mesmo cenário de atuação como concorrentes apenas, se tornou uma visão ultrapassada. Hoje a parceria é fundamental para o crescimento de ambos os lados. A competição ainda existe, mas a cooperação é um passo importante. Várias empresas abrem espaços para parceiros em suas intranets a fim de compartilhar conhecimento. Um exemplo bem sucedido dessa prática é o programa Microsoft Students to Business  <http://www.microsoft.com/studentstobusiness/home/default.aspx >, ou S2B, em que a Microsoft fecha parcerias com empresas que utilizam sua tecnologia, treinando alunos que então são encaminhados para essas empresas.
  • B2C (Business to Consumer) – Representa o comércio e transações comerciais entre uma empresa e um cliente. É o exemplo mais fácil de ser entendido, uma vez que já se tornou comum realizar compras no ambiente virtual. Um dos exemplos mais bem sucedidos hoje de B2C é a empresa americana Amazon <http://www.amazon.com/ >, que inicialmente trabalhava como o comércio de livros através de compras realizadas pela internet. Contudo, ao enxergar novas oportunidades para seu negócio, o escopo de negócio da empresa foi redefinido e ela passou a atuar em áreas de mercado completamente diferentes de sua área inicial. Isso só foi possível devido a poderosa integração de sistemas utilizados, como os de atuação em processos de e-SCM a fim de controlar os produtos a venda, permitindo que a empresa vendesse produtos que estariam estocados em seus fornecedores, aumentando assim o leque de produtos oferecidos e eliminando a necessidade de grande estocagem local. Sistemas como os do tipo e-CRM permitem a análise do perfil do cliente, oferecendo a ele produtos de interesse. Aliados a um bom sistema de BI, foi possível tomar decisões estratégicas com menor risco, o que foi responsável pelo sucesso da empresa, que hoje entrega seus produtos mundialmente.
  • C2C (Consumer to Consumer) – O tipo de transação C2C se popularizou bastante nos últimos anos. Nessa classe os consumidores lidam diretamente com outros consumidores, como no site nacional Mercado Livre <http://www.mercadolivre.com.br/ >. Com a popularização de redes sociais, os aplicativos de compra e venda de produtos nessas redes começa a surgir e promete ser uma área promissora. O Facebook, por exemplo, já conta com um aplicativo que pode ser integrado a páginas pessoais ou até mesmo de empresas, facilitando o processo de compras.

 

Além dessas três classes mais comuns, podemos ainda citar outras, como o B2G (Business to Government), que trabalha as relações entre empresa e governo, envolvendo principalmente licitações de projetos, e B2E(Business to Employee), que trabalha com a relação entre empregado e empregador. Com o fácil acesso a rede e o custo reduzido dos aparelhos eletrônicos, a tendência é que outras classes apareçam e se popularizem. O futuro é agora e a sociedade informatizada é uma realidade!

e-business

// Comente!

comentários

eufacoprogramas

Olá, eu sou a Gabi e eu criei o "Eu Faço Programas" em 2011, quando ainda trabalhava em desenvolvimento web. Atualmente meu trabalho é focado em estratégia digital e redes sociais. Quer saber mais? www.imgabi.com

// Seja o primeiro a comentar!