Workflow para desenvolvimento web (PHP+Mysql) – Parte 1 de 4

Este guia tem como objetivo mostrar aos desenvolvedores iniciantes todas as fases do desenvolvimento de um projeto, para que possam trabalhar de forma organizada e eficiente, com o menor número de surpresas ao longo do projeto, aumentando a produtividade e lucratividade.

Vale ressaltar que nem todos os passos a seguir são obrigatórios para o projeto do seu site ou sistema, mas é uma ótima forma de organizar seu projeto especialmente se você está trabalhando com mais pessoas.

Levantamento, planejamento e organização

Todo projeto, por menor que seja, necessita de estratégia. Assim, antes de iniciar os trabalhos, atente as dicas de organização:

1-      Defina os objetivos da aplicação

O que você quer alcançar com o seu site? Vendas? Contatos? É um site informativo ou alguma combinação das anteriores?

2-      Defina seu público-alvo e recursos da sua aplicação

Quem vai acessar seu site? Quem vai utilizar sou sistema? Pesquise concorrentes e outros sites e aplicações que você considera referência. Defina quais recursos seu site deverá ter para atingir os objetivos da sua aplicação.

3-      Liste todos os recursos que você precisará para desenvolver sua aplicação

Considerando os itens 1 e 2, o que você precisa para colocar sua aplicação no ar? Abaixo segue uma lista com algumas coisas que você deve considerar antes de começar a desenvolver:

– Servidor local para desenvolvimento (XAMPP para windows, MAMP para Mac, ou CentOs + Apache, PHP e Mysql se Linux);

– Sistema de versionamento (Subversion, com Tortoise como cliente Windows, Versions para MacOS, RadpidSVN para Linux);

– Editor (Notepad++ para Windows, TextMate para Mac e VI para Linux);

– Frameworks CSS (Foundation ou Unsemantic);

– Framework PHP (CodeIgniter);

– Gráficos (Fireworks e Illustrator par Windows e Mac, GIMP para Linux);

– Hospedagem (FastCom, cloud);

– Interface com banco de dados (PHPMyAdmin);

4-      Configure seus servidores

Deixar seus servidores de desenvolvimento, testes e final com a mesma versão de PHP (assim como as diretivas do php.ini) é considerado uma ótima prática, além de economizar muito tempo na hora de testar e publicar sua aplicação. O mesmo vale para o banco de dados;

5-      Planeje e criação do seu banco de dados.

A arquitetura do seu banco de dados é um parte importantíssima da sua aplicação. Pense bem nas tabelas, campos e formato dos campos que você vai utilizar e aprenda como criar tabelas relacionais e índices para otimizar seu banco.

6-      Utilize templates e includes.

Usar templates para áreas comuns como, menus, rodapés e formulários economizará muito tempo e padronizará as áreas do seu site. Includes facilitarão muito sua vida na hora de atualizar aquela biblioteca que você usou três anos atrás ou implementar na nova folha de estilos.

No próximo post desta série falaremos sobre o setup inicial da aplicação, definições de regras de gateways de pagamento, registro de domínio e hospedagem.

Fonte: FastCom

Fonte das imagens: Corbis Images

// Comente!

comentários

eufacoprogramas

Olá, eu sou a Gabi e eu criei o "Eu Faço Programas" em 2011, quando ainda trabalhava em desenvolvimento web. Atualmente meu trabalho é focado em estratégia digital e redes sociais. Quer saber mais? www.imgabi.com

// 1 Comentário

// Siga as boas práticas: Comente!